Apoiantes

Contando com apoiantes de diversas origens, o PAN faz parte de um movimento social mais vasto, onde se incluem inúmeros projectos afins, tanto em Portugal como no estrangeiro

"É dito que o que nos separa dos animais é a inteligência. Parece-me estranho é que essa “inteligência” seja responsável por tanto sofrimento que o homem inflige constantemente a seres que, tal como ele, têm um sistema nervoso central capaz de perceber a dor.

“(...)Acredito que estamos a chegar a uma fase de transição de pensamento e atitude em relação ao que nos rodeia.

“Poderia escrever algumas palavras que descrevessem os meus sentimentos em relação aos animais, ou o que penso em relação à forma como estes são tratados, ou na grande maioria destratados.

"Quem conhece bem os animais sabe que eles são dóceis, queridos, agradecidos e fieis ,fazendo rapidamente parte das nossas vidas e dos nossos melhores amigos.

O vice-campeão do mundo de fotografia subaquática enviou-nos um belíssimo depoimento de apoio no qual relata uma comovente experiência de interacção com os animais.

"De momento ainda não readquiri a nacionalidade portuguesa, o que me impede de assinar a ficha, mas quero manifestar o meu apoio.

"Somos todos parte de uma grande família aqui neste planeta tão abundante. Esta grande nave espacial Terra permite que se possa viver de uma forma simbiótica com todas as espécies sem termos que matar , agredir ou humilhar os demais irmãos Terráqueos.

"Muitas vezes, aqueles que defendem os direitos dos animais são vistos como alguém que ama mais um animal do que o seu semelhante humano. Nada de mais errado.

"Lembram-se da célebre frase "os animais são nossos amigos"? Então vamos pensar em ser amigos deles também..."

Ana Viriato

"Esses seres diferentes de nós ensinam-nos outro tempo, outro ritmo, outro silêncio, outra música, outra companhia, outra forma de estar no mundo..."

O'questrada

"Pelos Animais, em Retribuição da Sua Companhia e pelo fim do Seu Sofrimento ."

Rui Reininho

"É de louvar a iniciativa que levou à criação de uma vontade colectiva, com o poder de representar e defender o que não tem voz.

Vivemos tempos nos quais alertar as consciências é fundamental. O PAN tem uma oportunidade única de não ser apenas mais um partido no panorama nacional, mas um novo partido com uma nova filosofia, que a sociedade civil parece começar a exigir.

"Dia 12 de Março fui à minha primeira manif. Falhei por pouco a partida da comitiva do PAN desde o edifício do Diário de Notícias mas passei boa parte da marcha nesse dia histórico a pensar na conversa tida em directo, no dia anterior, com Paulo Borges – meu convidado no 5 para a Meia-Noite.

"Considero o Partido pelos Animais e pela Natureza a primeira expressão verdadeira de um novo tipo de intervenção cívica e ética em Portugal que prima por uma relação autêntica com todos os seres vivos.

"O PAN é um partido é inteiro e o seu ideário constitui maior denominador comum. Ultrapassando a questão do modelo económico e forma de o aplicar, coloca-nos perante a «Arca de Noé» de um planeta em risco de soçobrar.

"Por mais gravosa, dolorosa e injusta que seja uma crise económica como aquela que estamos a atravessar, é terrível mas, em meu entender, indispensável, admitirmos que o derreter dos pólos - entre outras tragédias ecológicas do mundo que temos vindo a destruir, a despeito do muito de bom e de admirável que também já lá construímos… -, é uma realidade muitíssimo mais ameaçadora.

"Sou filiada do PAN. Entendo a mensagem e aderi a este movimento".

“Aqui, do Brasil, vemos orgulhosos os avanços do PAN"