O PAN concorre pela primeira vez à Câmara Municipal e Assembleia Municipal de Viseu

Carolina Almeida, nascida na cidade de Viseu, Psicóloga Clínica e da Saúde é a candidata pelo PAN – Pessoas-Animais-Natureza à Câmara Municipal de Viseu.

Formada em Psicologia Clínica e do Aconselhamento e pós-graduada em Psicologia Clínica e da Saúde desde 2011, trabalha em contexto clínico e privado desde 2014. Trabalhou cinco anos em agrupamentos escolares e é formadora desde 2008, tendo desenvolvido formações avançadas e ministrado em cursos na área comportamental e da psicologia. O sonho com um mundo com mais saúde, paz, liberdade e felicidade, onde se valorizam e se respeitam todas as formas de vida, levou-a a aproximar-se do PAN, filiando-se em 2015.

O PAN Viseu pretende desenvolver um trabalho com dedicação às causas que defende, e que o partido tem trazido ao debate público, que visam alterar consciências e contribuir para erradicar todas as formas de discriminação, com uma transição económica, social e cultural baseada na ecologia profunda, na sustentabilidade de todos os ecossistemas e no profundo respeito pela vida, pelo valor intrínseco de todas as formas de vida e pela Terra.

Viseu é uma cidade moderna onde se valoriza muito a natureza, o bem-estar e a saúde. “Acredito que Viseu tem todas as condições para ser uma cidade ainda mais bonita e com cidadãos mais conscientes. Traremos para a política local ideais inovadores baseados no respeito pela natureza e pelos seres humanos e não humanos. As nossas principais medidas visam a promoção da saúde e da felicidade, bem como a proteção e o auxílio àqueles que se encontram em situações mais vulneráveis. Queremos ser a voz de quem não tem voz.”, afirma Carolina Almeida.

O PAN Viseu quer mais sensibilização, apoio e proteção para vítimas de violência. Neste sentido, para apoiar e melhorar o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido com as pessoas no concelho de Viseu, propomos o estabelecimento de um novo gabinete de apoio e proteção a pessoas vitimas de criminalidade, através de protocolos com ONGs.

A promoção da Saúde e a Educação é um dos eixos para o qual o PAN Viseu desenvolveu uma das suas principais medidas. Promover uma alimentação preventiva e mais saudável, acessível a todos, com presença de mais alimentos de origem biológica e de produção local é um objetivo. O PAN Viseu quer garantir que as refeições nas cantinas da autarquia são saudáveis e equilibradas, propondo a criação da figura do nutricionista escolar.

Ao nível da Saúde, Proteção e Bem-Estar Animal, entre outras medidas, está a criação de um Hospital Público Veterinário destinado a prestar cuidados a animais errantes ou detidos por pessoas em situação de especial vulnerabilidade social, que terá a valência de Centro de Recolha de animais com o desenvolvimento de uma Plataforma de Adoção.

Esta candidatura pretende oferecer uma abordagem alternativa para os desafios globais que têm uma forte incidência local. Ao nível da Sustentabilidade e Planeamento Ambiental, propomos melhorar e tornar público o Plano Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios. Viseu tem o terceiro maior número de ocorrências em fogos florestais e para fazer face a esta realidade, apresentamos medidas concretas preventivas, de conservação da biodiversidade e que constituam respostas mais eficazes em caso de emergência.

Viseu é um dos três distritos do país onde ainda existe a péssima prática de aplicação de glifosato nas bermas das estradas. Queremos eliminar a aplicação de químicos em geral, e de glifosato em particular, pelas consequências nefastas que podem ter na saúde. O PAN Viseu propõe eliminar a utilização de herbicidas em espaços públicos, com a adoção de métodos alternativos ambientalmente saudáveis, como a monda térmica.

Para a concretização destas e de outras propostas, o partido considera fundamental eleger, pelo menos, um deputado municipal. “O objetivo é contribuir para um desenvolvimento que acrescente valor a Viseu que é a cidade onde nasci, e que sempre me cativou pela positiva. Encaro este desafio com motivação e a convicção de que as nossas propostas e ideias serão benéficas para todos”, afirma Carolina Almeida.

01 de Agosto de 2017