By

Assunto: Capturas de Pombos na Morais Soares em Lisboa e no Hospital de Santa Marta.

 

Através do nosso ofício 11/GMPAN/2018, de 19 de janeiro de 2018, solicitámos à Câmara Municipal de Lisboa um esclarecimento escrito sobre o seu posicionamento relativamente ao destino dos pombos capturados através de redes de canhão, prazo para implementação dos restantes pombais contracetivos e data prevista pela autarquia para a entrada em vigor de uma nova política de controlo da sobrepopulação de pombos, nomeadamente mediante o fim da captura e abate compulsivo destes animais, para além de outras questões.

 

No seguimento de uma comunicação que nos foi remetida, tomamos conhecimento da captura de meia dúzia de aves com rede, no passado sábado dia 18 de Agosto na Rua Morais Soares em Lisboa, e ainda da captura de pombos no passado dia 10 de setembro dentro do Hospital de Santa Marta em Lisboa, onde jovens pombos muito desidratados e assustados foram mantidos dentro de gaiolas, com a indicação “Proibido mexer. Sujeito a coima.”

 

Considerando que esta situação é recorrente e tem sido verificada em diversas zonas da cidade, e bem assim, atenta a resposta que nos foi encaminhada através do registo OF/69/GVDC/18, de 14-03-2018, vem o Grupo Municipal do PAN mais uma vez requer a V.ª Ex.ª, nos termos da alínea g) do artigo 15º do Regimento da Assembleia Municipal de Lisboa, que solicite à Câmara Municipal de Lisboa esclarecimento escrito sobre os seguintes pontos:

 

  • Qual a finalidade da captura e destino dos pombos, tanto mais que os mesmos são sujeitos a desnecessárias e injustificadas prática cruéis, quando expostos a elevados níveis de desidratação e de stress?
  • Existem relatórios ou registos que espelhem o resultado destas capturas e restantes procedimentos, nomeadamente efeitos a longo prazo no controlo da população de pombos e presença de agentes patológicos nas fezes, passíveis de colocar em causa a saúde pública?
  • Existem registos de eutanásia dos animais capturados por médico veterinário ou os mesmos são sempre enviados quando capturados para o Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária?
  • Qual o custo da mobilização deste dispositivo e destas operações de controlo de aves em Lisboa?
  • Qual o número de ovos retirados num ano de funcionamento do pombal de Benfica?

 

Lisboa, 13 de setembro de 2018.

 

O Grupo Municipal do

Pessoas – Animais – Natureza

Miguel Santos                                                                         Inês de Sousa Real

 

Leave a Reply