By

Voto de Pesar

– Pelo falecimento da equipa de emergência médica do INEM –

No passado sábado, dia 15 de Dezembro, Daniela Silva, João Lima, Luís Rosindo e Luís Vega perderam a vida devido à queda do helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) onde seguiam, na zona de Valongo. Quatro heróis que escolheram dedicar a sua vida a salvar a vida de outros, e que morreram de forma trágica em serviço.
Daniela Silva, enfermeira, natural de Baltar, tinha 34 anos e fazia parte dos quadros do INEM no Porto, onde fazia meio aéreo e Suporte Imediato de Vida. Foi bombeira voluntária durante 20 anos e era filha de um bombeiro do quadro de honra dos Voluntários de Baltar e irmã de uma outra bombeira da corporação.
João Lima, de 56 anos, natural de Viseu, era piloto há 25 anos e classificado pelos colegas como um dos “comandantes” mais experientes. Desistiu de ser piloto na TAP pois o que queria fazer era combater incêndios e salvar vítimas. Em 2011, esteve envolvido no resgate de jovens que ficaram encurralados nas cataratas do Bal Couvo, em Gavião, e foi eleito “Herói Correio da Manhã”.
Luís Rosindo, natural de Setúbal, tinha 31 anos e residia em Palmela. Apaixonado pelo ciclismo, depois de terminar a escola secundária, alistou-se na Força Aérea Portuguesa para se dedicar à pilotagem de helicópteros. Estava ainda a tirar um curso de Engenharia, Gestão e Administração no ISEG, em Lisboa.
Luís Vega nasceu na Corunha (Espanha) em 1971 e trabalhava há 19 anos na Urgência do Hospital de S. Sebastião, na Feira. Fazia parte da equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação da Feira e, uma vez por mês, integrava a equipa do INEM que se encontrava de serviço no helicóptero.
Como diria Winston Churchill “Vivemos com o que recebemos, mas marcamos a vida com o que damos.” Nas pessoas destes heróis, que hoje deixam o bom combate mais pobre, o nosso sentido agradecimento pela forma altruísta como pautaram as suas vidas e marcaram a dos demais, assim como o fazem diariamente tantas pessoas que se apresentam ao serviço do bem comum. Que o seu exemplo perdure na nossa memória coletiva.
Face ao exposto, o Grupo Municipal do PAN propõe que a Assembleia Municipal de Lisboa, na sua 47ª Reunião, na Continuação da Sessão Ordinária de Novembro, 3ª reunião de 18 de dezembro, delibere:
Manifestar a sua tristeza e profundo pesar pelo falecimento de Daniela Silva, João Lima, Luís Rosindo e Luís Vega e a sua solidariedade para com as suas famílias e colegas, guardando um minuto de silêncio em sua memória e homenagem;
Enviar o presente voto de pesar ao INEM.

Lisboa, 18 de Dezembro de 2018

O Grupo Municipal
Pessoas – Animais – Natureza

Miguel Santos                                    Inês de Sousa Real

 

Leave a Reply